Mergulho de snorkel na Ilha das Couves em Ubatuba-SP!

22

Quem acompanha o blog já sabe que EU NÃO SEI NADAR e mesmo assim já fiz mergulho de cilindro (milagrosamente!) em Maracajaú no Rio Grande do Norte.

Na época eu não consegui fazer snorkel porque tinha pânico de me afogar. De lá pra cá, as coisas mudaram um pouco, há 2 meses comecei aulas de natação. Ainda não sei nadar, mas já perdi parte do medo.

Baseado nisso, procurei um passeio de snorkel no Litoral Norte de São Paulo para poder finalmente ter essa experiência. Foi assim que encontrei a empresa Ecovaletur que oferece o passeio para Mergulho de Snorkel na Ilha das Couves em Ubatuba-SP.


Confira aqui as melhores ofertas de Hospedagem em Ubatuba-SP!


O passeio

Antes de ir, estávamos bem empolgados pelas fotos e vídeos que vimos da Ilha. Assim como Capitólio e Arraial do Cabo, a Ilha das Couves é um dos “destinos da moda” no Facebook, o povo não para de falar nos grupos e indicar.

O passeio tem duas opções,  para quem mora em São José dos Campos ou Taubaté pode contratar com o transporte incluso ou para quem mora em outros lugares pode se encontrar na praia Picinguaba em Ubatuba, local onde pegamos o barco para a ilha.

Contratar o passeio com o transporte para nós fez toda a diferença, embora tenhamos acordado as 2h50 da manhã para nos arrumar e pegar a van as 4h00 na rodoviária de São José dos Campos, podemos dormir na ida e na volta do passeio.

Também não houve preocupação com o transito, que nessa época é bem intenso na Serra. Dica: Leve fone de ouvido e tapa olho para dormir bem!

Assim que chegamos na praia de Picinguaba somos apresentados aos guias e instrutores de mergulho da Ecovaletur.

Eles contam sobre o turismo na região, os cuidados a serem tomados no mergulho, os cuidados com o praia e com os moradores locais. Ele conta que os caiçaras da região podem parecer um pouco ríspisdos, mas que é o jeito deles, que temos que ter paciência e respeitar.

O nome da Ilha nada tem a ver com produção de couves! rs É devido á um português que tinha esse sobrenome. Antigamente era “Ilha do Couves” e depois ficou popular o nome “Ilha das Couves”.

A ilha é dividida em duas faixas de areia, a principal onde é feito o Snorkel e a menor, onde há um quiosque mantido pelos locais. Para se chegar no quiosque tem uma pequena trilha, de menos de 10 minutos.

Quiosque

O quiosque é bem simples, algumas opções do cardápio estavam em falta e a recomendação do guia sobre o comportamento dos caiçaras foi importante. A ilha está tendo um movimento 10 vezes maior que o normal com toda a  publicidade que tem sido feita do local, e não é a toa que o pessoal do quiosque fique um pouco estressado com tamanho movimento.

Também é recomendado fazer o pedido com antecedência. É possível passar o pedido para o pessoal da Ecovaletur que eles avisam no quiosque o prato escolhido e o horário que você vai lá.

Comemos uma  porção de peixe frito (cação) e um açaí na tigela. Ambos estavam deliciosos. No cardápio tinha Vieiras, queria muito experimentar novamente (ultima vez que comi foi no restaurante do masterchef Henrique Fogaça), mas infelizmente estavam em falta.

Algumas pessoas que estavam na excursão reclamaram dos preços no quiosque, mas é necessário entender que Ubatuba não produz nenhum alimento, tudo vem de outras cidades e o custo é ainda maior para levar as coisas para a Ilha.

Nada impede que você leve seu lanche para o passeio, desde não deixe nenhum lixo na ilha, recolha tudo para jogar em local correto no continente.

O Turismo na Ilha

Está havendo um turismo desenfreado na ilha que pode prejudicar todo esse ecossistema e natureza que tem lá.

Muitas pessoas pegam as lanchas em Picinguaba ou compram passeios de escuna no centro de Ubatuba para visitar lá. É um entra e sai de barcos sem controle nenhum. A Ilha fica extremamente lotada.

Nesse momento ainda nem tava tão lotado!

A maior parte desses visitantes não vão pelo ecoturismo ou snorkel, vão apenas para beber cerveja e ouvir música alta. Nada contra, tem espaço para todos, mas existem outras praias mais acessíveis para isso.

E esse entra e sai de barcos e essa lotação só fazem mal e podem danificar tudo isso. O nosso guia contou ele está tentando com a Prefeitura de Ubatuba criar um projeto para controlar a quantidade de turistas na Ilha e melhorar a preservação do local. Espero que ele consiga levar isso adiante.

Muitas pessoas acabam deixando lixo na ilha. Isso não só degrada a natureza da Ilha, quando esse lixo é jogado no mar prejudica a vida marinha, que é a grande atração.

A praia lotada lá no fundo!

Esse lugar devia ser destinado apenas para snorkel e ecoturismo. Praia para curtir, beber e ouvir musica com os amigos, tem aos montes disponível e com muito mais fácil acesso.

Gostei de fazer o passeio com a Ecovaletur justamente por ser uma empresa preocupada com a preservação e com guias bem preparados.

Muitos peixinhos!!! <3

O mergulho

Não tenho palavras para descrever como é fascinante ver o que existe em baixo d’água.

Os peixes, os corais, os ouriços do mar… É tudo tão lindo! É a natureza acontecendo à todo momento ao seu redor.

A Ecovaletur disponibiliza todos os equipamentos: snorkel, colete salva-vidas, roupa de neoprene (como estava muito calor não usamos) e pé de pato.

Olha que linda essa foto que tiramos com a GOPRO!

O primeiro contato é feito com o guia, que vai junto mostrando os melhores lugares para observação e ajudando quem está usando o equipamento pela primeira vez. Eles também tiram várias fotos que depois disponibilizam no Facebook da empresa.

Após esse primeiro contato, é livre o uso do snorkel, mas sempre há guias por perto.

Pela primeira vez consegui fazer snorkel sem medo e foi uma experiência única! É libertador conseguir nadar seguindo os peixinhos, mesmo que eu ainda precise usar o colete, mas ainda assim já foi um grande passo em relação aos meus medos.

Créditos: Foto do dia do nosso passeio disponibilizada no Facebook da Ecovaletur
A serenidade no olhar de quem está segurando um ouriço do mar e ele está se mexendo!!!

Se você nunca fez snorkel, não deixe passar a oportunidade! É muito lindo poder observar a vida marinha tão de perto.

E já estou de olho em outros passeios da Ecovaletur, tem várias trilhas e outras atividades na praia. Estou louca para fazer o Rafting em São Luis do Paraitinga! Se eu for com certeza volto aqui para contar tudo para vocês! ;D

E para finalizar segue um vídeo do nosso canal com toda essa experiência filmada na GOPRO!

Informações:

ECOVALETUR
Escritório: Rua Feijó, 57 – Centro Guaratinguetá-SP
Funcionamento: De segunda à sexta-feira das 09h às 18h
Contato: (12) 2103-3739 // Site // Facebook

* Fizemos os passeios através de parceria de desconto com a Ecovaletur,  mas as opiniões expressadas aqui são sinceras sobre a nossa experiência.

     

 


Salve esse post no Pinterest:

Salvar

22 comentários

  1. Excelente post, deve ser um passeio maravilhoso. Concordo com você em relação a super lotação e o turismo desenfreado em vários pontos de grande natureza no Brasil, precisamos urgentemente de políticas de controle de acesso à estes paraísos.

  2. Oi, Juliana!
    Primeiro, preciso te dar os parabéns por ter se interessado em aprender a nadar, já que gosta do mar e se aventurou com o mergulho de cilindro sem a habilidade. Falo isso, pois sou mergulhadora e muita gente vende que não é preciso saber nadar, quando isso pode salvar à sua vida!
    Depois desta introdução, lógico que amei a experiência acima de tudo. Até foto do Frade (o peixe!) e com tartaruga você tirou. Emoção total! Deixo um ‘não curto’ para praias muito muvuquentas e com sol alto!

  3. Eu já fui à Ubatuba algumas vezes, e não sabia da existência dessa ilha! Já anotei aqui para não deixar de ir na próxima visita.

    as fotos realmente são lindas, e espero muito que o projeto siga em frente, para que a ilha não seja depreciada@

  4. Nunca fui na ilha, mas ele é linda mas que merece uma visita, tomara que consigam manter a ilha preservada, triste ver que algumas pessoas não têm respeito pelo nosso patrimônio.

  5. Sabe Juliana, já estive em vários lugares que tem esses mergulhos, como Maracajaú, Arraial, Caribe, entre outros … mas nunca tive coragem de fazer … só mergulhei com snorkel. Me da um pouco de medo, mas vendo seu post me animei em tentar numa próxima oportunidade. Valeu pelas dicas. Beijo.

  6. Que demais, Juny!! Já eu sei nadar, mas não sei se teria coragem de mergulhar, hahahaha. Ainda quero tentar porque deve ser uma experiência muito legal, mas tenho um pouco de pavor, haha. Amei o post!

  7. Adorei o post, Jú! Queria ter essa coragem pra mergulhar, mas sou muito medrosa haha.
    Uma pena esses sem noções utilizarem a ilha (que é tão linda!) pra fazer farofada, também não curto!! Olha só como está Caraguatatuba, várias praias impróprias pra banho por culpa de quem visita.

  8. Amei o post com certeza, principalmente por você ter se aventurado no mar, ou melhor, no fundo dele, coisa que eu gostaria muito de fazer, mas não tenho coragem. Amei as fotos.

  9. Menina, admiração sem tamanho por você. Como assim, foi lá e fez o cilindro sem saber nadar?! QUE CORAGEM, QUE RAÇA! Eu nado super bem, já fui salva vidas, e não tive coragem de fazer o mergulho de cilindro. Sério, Parabéns! Eu ADORO fazer snorkel, justamente porque não pega no meu pânico, mas possibilita ver essa infinidade de coisas lindas do mar. Não sabia que tinha um lugar tão lindo perto de SP pra snorkel… Anotado 🙂

  10. Juliana, primeiro, parabéns por estar aprendendo a nadar na fase adulta! Vencer medos é tão enriquecedor, né? Que delícia ver tartaruga, meu sonho. Por outro lado, que pena que a ilha esteja assim lotada e descontrolada. Vamos ver se or órgãos (in)competentes tomam uma decisão para preservá-la e ainda ser acessível ao público.

  11. Que lugar lindo! Eu juro que não conhecia ainda, embora esteja na moda no facebook, como vocês falaram, só essa semana vim ouvir falar. Mas de fato não sei como, porque o lugar é lindo! Me apaixonei pelas fotos de vocês, e coloquei na wish list, preciso conhecer!!!

  12. eu adoro snooorkel (quase me afoguei na primeira vez mas beleza ahuehae) e nuuunca pegaria um ouriço na mão!! tenho maior pavor de pisar num desses (sei q pode ser inofensivo mas me dá um medoooo)

  13. To querendo conhecer esse lugar e a cada vez que vc fala alguma coisa da Ilha das Couves, minha vontade só aumenta!
    Muito legal saber que a empresa se preocupa com a preservação do local. Tem que cuidar, senão o povo destrói tudo mesmo.
    Adorei saber que vc está fazendo natação!!! Se sem saber nada vc já mergulhou, agora ninguém te segura!

Deixe um comentário