Resenha: “Não comprei na Zara. Gastei na viagem” (Amanda Noventa)

6

Há alguns anos acompanho o trabalho da blogueira Amanda Noventa no blog “Amanda Viaja” e na coluna do Estadão. Ano passado pude também participar do workshop que ela fez em São Paulo.

Gosto da maneira como ela escreve as crônicas e o estilo das viagens dela, mais próximo da realidade e menos ostentação, como alguns outros blogueiros famosos fazem.

Nesse ano ela lançou através de crowdfunding o seu segundo livro “Não comprei na Zara. Gastei na viagem”, participei da campanha e nessa semana recebi o livro.

O titulo foi inspirado em uma das cronicas da sua coluna que leva o mesmo nome, como a própria contracapa já diz “O livro não é sobre você parar de comprar na Zara ou em qualquer outro lugar. Também não é sobre comprar mais barato em qualquer outra loja. O livro é sobre você não comprar o que não precisa e evitar o excesso se você estiver querendo guardar uma grana para viajar”.

O livro é dividido em duas partes, na primeira “Não comprei na Zara” a autora dá dicas para evitar o consumismo desnecessário e cita alguns exemplos de coisas que aconteceram na sua vida, como por exemplo quando ela vendeu tudo que tinha na casa nos EUA e usou o grana para viajar para o Havaí, antes de voltar para o Brasil.

Ela também explica o conceito de minimalismo e dá exemplos de formas para que você possa utilizar em sua vida, com isso, também evitando o acumulo de coisas desnecessárias.

“Adoro viajar na mesma proporção que eu gosto de ter um lugar para voltar. Minha casa é o meu descanso, o lugar onde me reconecto e onde estão as coisas materiais que tem um significado pra mim. Nos momentos de transição de vida, em que tive que passar um tempo na casa dos meus pais ou amigos, me sentia perdida. Gosto do meu espaço, do meu canto para escrever e ficar só. Ter uma casa mantém certo equilíbrio na minha vida de viajante — viajo para desapegar, volto para manter os pés no chão.”

Na segunda parte do livro “Gastei na viagem” ela explica formas para economizar no planejamento da viagem, mas deixando claro que “não viaja o mais barato possível”, prioriza sempre algumas coisas e economiza em outras, buscando um equilíbrio no orçamento.

“Nem sempre hotel, nem sempre Airbnb, nem sempre albergue. Eu procuro escolher minhas hospedagens de acordo com a viagem que estou fazendo.”

Ela também da dicas de como montar uma mala com o conceito minimalista e sites de economia compartilhada para usar nas viagens (vai além dos conhecidos Airbnb e Uber).

A leitura é bem rápida e dinâmica, a divisão dos capítulos por assunto deixa tudo bem organizado. Em alguns capítulos também há fotos das suas viagens.

Viagens é um tema que eu adoro, então devorei o livro, terminei em dois dias. Me agregou bastante as dicas de minimalismo, são coisas que vou tentar aplicar na minha vida para evitar excessos.

Em relação à parte sobre viagens gostei das histórias e dicas para economia que ela passa, algumas coisas eu ainda não conhecia.

Recomendo a leitura para quem quer descobrir maneiras para economizar para próxima viagem, bem como aprender meios para driblar o consumismo e focar no que realmente vale a pena, que são as experiências!

O livro está a venda nesse link.

6 comentários

  1. Juliana, adorei o post, ainda mais por trazer resenha de um livro da Amanda Noventa (que eu admiro muito). Gosto muito dos textos dela, suas histórias me inspiram.
    Fiquei com vontade de ler e conhecer as dicas, principalmente sobre minimalismo.
    Obrigada por compartilhar conosco!
    bjs

  2. Estou curiosa para ler o livro da Amanda, pois adoro as crônicas dela no jornal, são incríveis! Além dela ser incrível também!
    O livro tem uma proposta muito legal e a sua resenha ficou maravilhosa, prima!!
    Beijos.

Deixe um comentário