Conheça Sun City a “Las Vegas” da África do Sul!

11

Sun City é uma cidade que foi criada para ser na África do Sul o que Las Vegas é nos Estados Unidos.

Uma “cidade artificial” no meio do nada com hotéis de luxo, cassinos e muitas opções de entretenimento.

Os hotéis de Sun City estão entre os mais caros e mais luxuosos de todo o continente! Também é o lugar onde você vai encontrar todos os estereótipos que nos remetem à África!

Como chegar

Nós alugamos um carro pela Rentcars (clique aqui para fazer uma cotação de aluguel) e nos aventuramos a dirigir num bate-volta para conhecer Sun City.

De Joanesburgo até Sun City são 200km de estrada muito bem pavimentada e sinalizada, a viagem dura por volta de 2 horas e 20 minutos. A paisagem pelo caminho é de pura savana.

Fomos por volta das 7h da manhã e voltamos de noite, já era umas 22h ou 23h quando saímos de Sun City e a estrada nos pareceu segura à noite também.

Onde se hospedar

Nós tínhamos pouco tempo no roteiro para visitar Sun City e também um orçamento mais limitado porque ainda teríamos 15 dias de viagem e muitos outros gastos durante a Garden Route. Por isso optamos pelo bate-volta.

Mas se você quiser ter uma experiência completa e bem luxuosa o melhor lugar para se hospedar em Sun City é o The Palace of the Lost City” (acesse o hotel e verifique sua disponibilidade e acomodações) que é um hotel 5 estrelas (por algum tempo foi classificado como 6 estrelas de tanto luxo que oferece).

Créditos da foto: Site oficial do hotel

Suas diárias no Booking podem ser encontradas a partir de R$ 1.157 durante a semana.

Mas se esse hotel não cabe no seu bolso, a boa noticia é que dentro do resort há outras duas opções:

E à 5,8km do complexo Sun City há também o hotel “The Kingdom Resort” com diárias a partir de R$ 216.

Além de visitar Sun City essas hospedagens podem te ajudar se você for à região para fazer um Safari em Pilanesberg, uma reserva que fica ao lado do complexo.

Vista do elevador de um dos hotéis que visitamos no complexo

Ingresso Day-use

Se você não vai ficar hospedado no resort pode comprar um ingresso para ter acesso á todas as atrações do complexo Sun City por 1 dia. Para hospedes não há taxas para frequentar o local.

Esse ingresso da direito aos cassinos, restaurante, lojas e o mais legal: o parque aquático Valley of Waves! Lá também tem campo de golfe, dá para alugar jet-ski, tem um labirinto, tem um parque de crocodilos semelhante ao Croc City, enfim, muitas possibilidades.

O ingresso somente para entrar no resort é:

  • Adulto – R70, aproximadamente 16,85 reais
  • Crianças (De 3 à 12 anos) – R60, aproximadamente 14,60 reais
  • Menor de 2 anos – Grátis

É necessário adquirir também outro ingresso para ter acesso ao parque aquático:

  • Adulto – R160, aproximadamente 38,67 reais
  • Crianças (De 4 à 12 anos) – R70, aproximadamente 16,85 reais
  • Menor de 3 anos – Grátis

É muito barato para tudo que tem de entretenimento disponível lá!

Valley of Waves

Valley of Waves como o próprio nome já diz é o “Vale das Ondas”. É o parque aquático que é uma das melhores atrações do resort. Uma ótima pedida para os dias quentes e ensolarados.

Trata-se de uma praia artificial que tem areia e ondas. E de tempos em tempos vem uma onda gigante que chega à quase 2 metros. Mas dá para fugir dela ficando nas partes mais rasas e nas laterais da piscina principal.

É possível alugar cadeira de praia, boias, guarda sol e toalhas. Também há guarda volumes nos vestiários que podem ser alugados.

Em relação a roupas de banho, muitas mulheres usam biquíni e maiô e homens de sunga e short. Mas é necessário bom senso, as roupa de banho não costumam ser muito cavadas e existe a presença de muitos muçulmanos, há diferenças culturais que devem ser respeitadas.

O complexo

A decoração de Sun City não poupa o clima de ruínas tiradas de filmes tipo Indiana Jones, cheia de estátuas, com muitas figuras de elefantes e macacos.

É um estereotipo bem clichê do que as pessoas pensam quando vão viajar para a África. E que pelo jeito funciona e faz bastante sucesso entre os visitantes.

São inúmeros cassinos. Acabei não indo em nenhum pois estavamos com pressa e já tinha ido num cassino no “Montecasino” em Joanesburgo.

Os restaurantes são diversos com cardápios bem variados. Almoçamos em um restaurante português e jantamos em um bistrô com direito à vinho e sobremesa. O preço era o mesmo de um bom restaurante em Cape Town ou Joanesburgo, algo em torno de 50 reais por pessoa.

O Safari

Dentro de Sun City encontramos algumas agencias de turismo que vendem o safari para  Pilanesberg, reserva que fica ao lado do complexo.

Compramos um mini safári de 4 horas por 450 rand (aproximadamente 110,00 reais) e foi uma experiência incrível! Conto todos os detalhes nesse post.

Visitar o complexo de Sun City foi uma das coisas mais legais da nossa viagem. Mesmo com pouco tempo conseguimos fazer o mini safári e aproveitar as piscinas do Valley of Waves.

Sun City é para todos, seja você um viajante econômico ou um viajante que busca conforto, há atrações para todos os perfis.

Use a imagem abaixo para salvar esse post no Pinterest

Salvar

11 comentários

  1. Fui quando era pequena e tenho ótimas lembranças! A pontezinha com os elefantes é inesquecível! Lembro que tinha um café que os macaquinhos vinham para “tomar café” junto!

  2. Juliana, não conhecia essa parte da África do Sul, achei bem louco e ao mesmo tempo curioso. Gostei das dicas de hotéis e já quero conhecer quando for conhecer o país. Você acha que duas noites são suficientes?

Deixe um comentário