3 museus imperdíveis para incluir no seu roteiro por Amsterdam (Holanda)

5
Foto: Pixabay

Amsterdam é uma cidade com uma cena cultural muito forte, existem diversos museus, porém se você tem pouco tempo no roteiro precisa selecionar para ver o que há de mais imperdível.

Nesse post vou falar sobre 3 museus essenciais para incluir no seu roteiro por Amsterdam. Eu tinha apenas 2 dias e meio na cidade, reservei um dia apenas para os museus.


Museu Van Gogh

Van Gogh é um dos pintores mais famosos do mundo, embora ele não tenha conhecido a fama enquanto vivo e teve uma vida muito conturbada.

Nesse museu você encontra alguns dos seus quadros mais emblemáticos e é convidado a conhecer a sua carreira desde o inicio, suas influencias, sua família, suas fases, seus conflitos.

As obras que merecem destaque são: seus auto-retratos, “Sunflowers” e “The Bedroom”. E achei interessante o fato de haver mais de um quadro de Sunflowers, porque dois dias depois eu o vi na National Gallery em Londres!

Esse museu esta sempre lotado, recomendo ir assim que abrir, as 9h da manhã. Reserve  no mínimo umas 2 horas e meia para a visita. Além do acervo permanente sempre há exposições temporárias.

Informações


Rijksmuseum

O Rijks ficou fechado por quase 10 anos e depois de uma longa reforma reabriu em 2013. É um dos museus de arte mais importantes da europa.

Seu acervo é focado na arte e na história dos países baixos. Ele tem as maiores obras primas do pintor Rembrandt . O maior destaque é o quadro “A Ronda Noturna”, que é gigantesco e cheio de detalhes escondidos.

Um detalhe interessante que vimos era que haviam diversas escolas dando aulas no museu, com turmas desde crianças pequenas até alunos de faculdade, mostrando e exemplificando períodos históricos e estudando as grandes obras de Rembrandt.

Ele é o equivalente à um MET (Metropolitan de Nova York) em menor proporção, misturando quadros, esculturas e objetos históricos. Reserve pelo menos 2h ou 3h horas para a sua visita se deseja ver a maior parte do acervo.

Informações:


Museu Anne Frank

Durante o período da 2ª guerra, no auge do nazismo e da perseguição contra judeus, Anne Frank e a sua família se esconderam em um anexo secreto, alguns cômodos apertados, dentro do escritório de seu pai.

Além da sua família, outros se juntaram, chegando a viver 8 pessoas no lugar. Para amenizar o sofrimento, a solidão e o medo, Anne que gostava de escrever e queria ser jornalista, começou a escrever um diário durante o período que viveu no esconderijo de 1942 à 1944.

O museu fica exatamente onde era a casa, que foi restaurada e adaptada para a visitação. Não é permitido tirar fotos lá dentro.

É um dos únicos museus que eu digo que o áudio guia é obrigatório, pois muitas vezes você entra em uma sala onde há poucos objetos ou móveis e no áudio guia é contado todo o contexto e cita passagens do diário sobre o lugar. Você pode pegar o áudio guia na entrada do museu e ele esta incluso no ingresso.

Mesmo não tendo lido o livro ainda, conheço a história da Anne e tudo que ela representa, então mesmo assim a visita foi muito válida e emocionante, conhecer e sentir um pouco do que ela passou.

Compre o seu ingresso com antecedência pela internet pois essa é uma das atrações mais disputadas de Amsterdam e esgota muito rápido.

Foto por http://www.annefrank.org/

Informações:

Endereço: Prinsengracht 263-267, 1016 GV Amsterdam,
Horário: sábado 09:00–22:00
Ingresso: 9 euros compre no site oficial ou no Ticketbar junto com um cruzeiro no canal


Bônus: Letreiro “I amsterdam”

Se você for visitar o Museu do Van Gogh ou Rijksmuseum pela manhã, antes de entrar nos museus, há uma praça entre eles com o letreiro “I amsterdam”.

Aproveite para tirar foto lá o mais cedo possível. A tarde lota muito e mal vão sair as letras na sua foto de tanta gente. Nossa foto foi tirada por volta das 9h e já não era possível conseguir uma foto totalmente sozinho.

*Agradecemos o Museu Van Gogh pela parceria. As opiniões expressadas aqui são sinceras e baseiam na nossa experiência.

Salve esse post no Pinterest:

5 comentários

  1. Esses 3 museus são maravilhosos! Estive no início do ano em Amsterdam e visitei os 3. Me encantei com Rijksmuseum e com a Casa de Anne Frank, que não tinha conhecido nas minhas outras passagens pela cidade. O Interior do Rijksmuseum é deslumbrante!

  2. Não conheço Amsterdam, mas vou seguir as suas dicas quando estiver na cidade. O Museu Anne Frank deve ser emocionante. Eu já li livros e vi filme a respeito, mas acho que estar no museu deve mexer mesmo com a gente.

  3. Conheci os três museus e vale muito a pena mesmo. O do Van Gogh na primeira vez peguei uma fila grande, mas na seguna vez comprei o ticket na Museumplein com hora marcada e fez toda diferença. O da Anne Frank é emocionante demais.

Deixe um comentário