Cook’n With Class: Uma aula de culinária francesa em Paris (França)!

6

Um dos assuntos que mais gosto de escrever aqui no blog, além das viagens, sem dúvidas é a gastronomia. Adoro experimentar comida diferentes nos países que visitamos.

Já contamos sobre a aula de ceviche e da de chocolates no Peru, a aula de empanadas na Argentina, a aula de massas e risotos no Brasil e o jantar com desconhecidos no Chile. São experiências que tornaram essas viagens ainda mais inesquecíveis.

Quando comecei a organizar a eurotrip estava a procura de uma aula de culinária para enriquecer o nosso roteiro. Dentre os países que iríamos visitar não tinha dúvidas que a aula tinha que ser na França, um ícone da gastronomia clássica, a terra dos bistrôs.

Nessas pesquisas encontrei a escola Cook n’ with Class que tem filiais em Paris e Uzès. Eles oferecem diversos tipos de cursos, alguns rápidos e outros mais detalhados. Tem aulas de macarons, para crianças, sobremesa, harmonização de queijos e vinhos, etc.

Dentre as opções, a mais completa e a que mais atendia ao que procurávamos era a “French Market”, que vai desde a escolha dos ingredientes nos mercados locais até o preparo de um menu de entrada, prato principal e sobremesa. Foi muito legal comparar as diferenças culturais pois fizemos uma aula exatamente nesse modelo no Peru.

E ao ver esse vídeo sobre a aula, não tivemos dúvidas quanto à escolha!

O custo da aula é 195 euros por pessoa, é um pouco alto devido a atual cotação do euro, mas se você pensar que além de toda a aula vai saborear também uma refeição digna de um bom bistrô parisiense, vale o investimento.

A aula é ministrada pelo chef Patrick Hebert, que já trabalhou em diversos restaurantes com estrela Michelin em Paris e Londres. Nos Estados Unidos ele obteve 4 prêmios de diamantes para seu próprio restaurante “Monsieur Patou”. Ele é o que esperávamos de um chef francês, detalhista e exigente, mas também muito bem humorado.

A gastronomia francesa é uma arte, seja na escolha dos ingredientes, nas medidas das receitas, no tempero, na apresentação do prato, tudo é feito para ser perfeito e delicioso.

A aula começa cedo, as 9 da manhã, onde vamos com o chef Patrick escolher os ingredientes pelas lojas e mercados do bairro Montmartre. Dividimos a aula com um grupo de amigas americanas muito simpáticas.

Primeiro somos apresentados à todas as opções no açougue e na peixaria. Ele mostra todos os tipos de carne e frutos do mar e nos ensina como escolher, como ver se está fresco e bom para o consumo.

Caso alguém do grupo seja vegano, vegetariano ou com alguma outra restrição alimentar, pode ser adaptado o menu dessa pessoa sem nenhum problema.

O grupo ficou livre para fazer a escolha do menu, dentre as tantas opções apresentadas, escolhemos uma entrada com vieras, prato principal baby beef (veal) e sobremesa lavacake.

Com a escolha feita voltamos ao açougue, peixaria, mercado e padaria fazer as compras dos ingredientes necessários para compor o menu.

A aula é feita por pequenos grupos de no máximo 8 pessoas para que seja bem aproveitada. A aula tem as seguintes regras:

Agora é hora de cada um escolher uma bancada e colocar a mão na massa, literalmente! Abaixo o menu escolhido:

Começamos com o bolinho da sobremesa,  que é o nosso popular “Petit Gateau”, embora o nome seja francês, esse não é o nome que ele tem lá! Lá você encontra ele com os nomes “Gâteau au coeur coulant” ou “Lava Cake”.

Depois os tomatinhos que vão acompanhar as vieras e o acompanhamentos do baby beef.

Chef Patrick nos dá muitas dicas, corrige muitos detalhes durante o processo e sempre explica tudo muito bem.

Aliais, não tenha receio de fazer essa aula por ser em inglês. O Leo fala fluente, mas o meu nível de proficiência é “me viro bem” e consegui entender a aula toda sem dificuldades e participar das conversas.

Quando as receitas estavam quase prontas foi feito um intervalo na aula para arrumarem a mesa para a refeição, enquanto isso nos servimos com vinhos, acompanhados de pães e salame.

De volta à aula é a hora de fazer a montagem dos pratos, tarefa digna do programa masterchef! Muita atenção aos detalhes e o design:

E depois iniciar uma das melhores partes, que é experimentar o resultado de todo esse trabalho. A entrada de vieiras:

O prato principal com baby beef:

Antes da sobremesa uma pausa! É comum para os franceses fazerem o jantar em 4 etapas. depois do prato principal foi a hora de termos uma aula e degustação sobre os queijos franceses.

Só conhecíamos o roquefort e camembert. Dos queijos novos que nos foram apresentados, nos encantamos com o sabor do Mimolette, o queijo cor de laranja. É uma delicia! Estou procurando ele para comprar na minha cidade.

E para finalizar a hora da sobremesa. O Lavacake fecha essa nossa aula de culinária e almoço especial com chave de ouro. A receita ficou ótima o bolinho assim que aberto caia aquela cauda gostosa de chocolate derretido, hummmm!

No dia anterior ficamos o dia todo na Disney Paris, foi muito cansativo e para a aula tivemos que acordar bem cedo para pegar o metro e estar lá as 9h. O Leo cogitou desistir, mas depois da aula ele ficou mega empolgado valeu muito a pena. Fomos até tomar um café na Champs Elysee para conversar sobre tudo que havíamos aprendido, o cansaço foi embora!

Foi uma manhã maravilhosa em Paris onde aprendemos muito sobre a culinária e a cultura francesa, agradecemos muito o chef Patrick pelos seu ensinamentos valiosos e a Yetunde por todo o contato que tivemos via email combinando os detalhes.

Depois da aula recebemos todas as receitas por email, com algumas dicas de substituição para os ingredientes menos comuns, como por exemplo a recita das vieras pode ser feita também com um filé de peixe.

A escola Cook n’ Class sem dúvidas é o melhor lugar para aprender sobre culinária francesa durante a sua viagem à Paris, recomendo muito!


Cook’n With Class – Paris


*Agradecemos a Cook’n With Class pela parceria. As opiniões expressadas aqui são sinceras e baseiam na nossa experiência.

Salve esse post no Pinterest:

6 comentários

  1. Gente, que sucesso! Adoro culinária internacional, na França então! Fizemos uma aula de gastronomia tailandesa na própria Tailândia. Foi uma experiência incrível e que recomendo demais. Gostei muito da sua dica de hoje. Fiquei com água na boca e já anotei como um programa diferente para quando voltar para Paris. Parabéns pela matéria.

  2. Juny, acho demais você incluir em suas viagens essas aulas, porque eu não gosto de cozinhar, mas é uma tendência os turistas procurarem por atividades alternativas. Mas eu ia preferir uma aula de fotografia, arte, qualquer coisa rsrsrs Abraços

  3. Estou aguando com tanta coisa gostosa! Eu, com certeza, se participasse de uma aula assim, infringiria muitas das regras, como por exemplo tocar fogo em tudo! rsrsrs
    O chef deveria permitir o papel de degustadora: iria gostar de provar as delícias que vocês cozinharam!
    Gostaria de ir ao mercado e de conhecer um pouco sobre ingredientes. 🙂
    Achei a proposta bem bacana e para quem ama gastronomia e cozinhar é uma ideia mais que bem vinda! 🙂 bj

  4. Experiência maravilhosa, fiquei com água na boca. Você sabe que eu também fiz uma aula de gastronomia no México, mas passei muita vergonha, na época eu não sabia quebrar nem um ovo direito. Mas mesmo assim foi incrível passar pelo processo e ainda por cima ver (e comer) o resultado. Na França, então, deve ser superbe!!!

Deixe um comentário